gt_finanças_verdes

O GT Finanças Verdes tem como objetivo fortalecer as finanças sustentáveis no Brasil, propondo soluções financeiras e de mitigação de riscos para alavancar recursos para investimentos com adicionalidade socioambiental. Seu foco é no mercado de títulos verdes e/ou sustentáveis.

Entre as atribuições do GT estão mapear gargalos e soluções para o financiamento verde a investimentos setoriais, propor aperfeiçoamentos regulatórios e disseminar boas práticas de mercado entre emissores e investidores. É composto por entidades dos setores público e privado que promovem iniciativas voltadas a soluções financeiras inovadoras para projetos sustentáveis.

O GT busca promover as finanças verdes no país, desenvolver e fomentar soluções de financiamento nos mercados bancário e de capitais, assim como de seguros e garantias, para projetos sustentáveis, com o viés setorial nos segmentos de Energia; de Água, Saneamento e Resíduos; e de Agricultura Sustentável e Uso da Terra.

Subgrupo Títulos e Finanças Verdes

  • Temas abordados: instrumentos, estruturas e requisitos associados ao desenvolvimento dos mercados financeiro e de capitais sustentáveis no país, com conteúdo transversal aos setores econômicos, como mercados de carbono e de produtos financeiros verdes.
  • Impactos esperados: aumentar o número de emissões de títulos e volume de recursos destinados ao investimento em operações de crédito temáticas no Brasil; disseminação de conhecimento e o fomento aos mercados de títulos verdes e de finanças sustentáveis, em uma perspectiva transversal aos subgrupos setoriais.

Subgrupo Água, Saneamento e Resíduos

  • Temas abordados: normas e regulação de mercado de capitais aplicáveis ao setor de saneamento; estudo de barreiras à emissão de debêntures incentivadas de infraestrutura; estruturas financeiras alternativas aos prestadores públicos de serviços de saneamento; critérios ASG para processo de avaliação de investimentos em projetos de infraestrutura de saneamento.
  • Impactos esperados: promover soluções de financiamento e garantia para projetos de investimento em saneamento e infraestrutura; criação de instrumentos financeiros e de mercados de capitais para o financiamento de investimentos com adicionalidade socioambiental no segmento.

Subgrupo Agricultura Sustentável e Uso da Terra

  • Temas abordados: finanças sustentáveis e critérios ASG para agropecuária de baixo carbono (ABC+), instrumentos financeiros para projetos de bioeconomia e valorização do capital natural, e títulos e valores mobiliários verdes para agricultura sustentável. 
  • Impactos esperados: promover soluções de financiamento e garantia para projetos de investimento em agropecuária e uso sustentável da terra; criação de instrumentos financeiros e de mercados de capitais para o financiamento de investimentos agrícolas com adicionalidades ambientais.

Subgrupo Energia

  • Temas abordados: instrumentos financeiros e de garantia para projetos de eficiência energética e energias renováveis; como white certificates; CREE – Certificado de Recebíveis da Eficiência Energética e Geração Distribuída de Energias Renováveis; modelo de financiamento off-balance sheet; debêntures incentivadas de infraestrutura; e fundos garantidores.
  • Impactos esperados: promover soluções de financiamento e garantias para projetos de investimento em eficiência energética e geração solar distribuída; criação de instrumentos financeiros e de seguros para projetos de geração e uso sustentáveis de energia.

O GT Finanças Verdes é composto por entidades de diversos setores. Confira:

Também Participam

O GT Finanças Verdes é composto por entidades de diversos setores. Confira: 2W, ABCON, ABGI, ABRAFIBRAS, Aegea, AFD, Aggrego, Aneel, Banco Modal, Banco Mundial, Banco Plural, Banco Santander, Banpará, BNDES, Bradesco, Brasfi, Caixa Econômica Federal, Candido de Oliveira Advogados, Cescon Barrieu, Climate Policy Iniciative Brasil, CNC, Conexus, Consórcio do Nordeste, Consulado Geral do Canadá, COPPE, Covolan, CSN, Ecoeficiência Energia, Ecosecurities, Eletrobrás, EMBRAPA, Eneva, EPE, Ernst Young, Fomento Paraná, Freitas Leite Advogados, Fundo Vale, GFA Group, Green Domus, GRI, Guimarães & Cáceres Advogados, i-Care, IABS, Impact Bank, Ipam, JGP, Kaeté Investimentos, KPMG, Lefosse Advogados, Log Commercial Properties, Madrona Advogados, Ministério da Agricultura, Ministério da Economia, Ministério de Infraestrutura, Ministério de Minas e Energia, Ministério do Desenvolvimento Regional , Ministério Público, Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, Mitsidi, Moody´s, Moura e Varella, PawaFinance, Petrobrás, Pezco, PGE-BH, Pinheiro Neto Advogados, PRI, Queiroz Cavalcanti, Rotta Moro Assessoria Jurídica Ambiental, Secretaria de Agricultura Governo de SP, Secretaria de Governo, SUSEP, Tauil & Chequer Advogados, Tesouro Nacional, TNC, Tozzinifreire Advogados, TRE, True Securitizadora, UNEP FI, UNIDO, VBSO, Veirano Advogados, Vert Capital, Vieira Rezende, Votorantim Reservas, Weg Equipamentos Elétricos S/A – Motores, WRI Brasil, WWF, XP,ZEG Energias Renováveis.


Aqui você encontra contribuições e conquistas de destaque referente a este GT. Para saber
mais sobre cada uma delas, clique nos links disponíveis.

Novidades do GT

O Laboratório de Inovação Financeira (LAB) promoveu, no dia 19/04, o webinar “Disclosure – tendências e experiências do mercado de sustentabilidade”. O evento foi organizado pelo GT Finanças Verdes e reuniu representantes da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), do Principles for Responsible Investment (PRI),do The New Development Bank (NDB), da Associação de Investidores no Mercado […] Leia mais

O Laboratório de Inovação Financeira (LAB), por meio do subgrupo Energia, do Grupo de Trabalho Finanças Verdes, divulga a publicação “Potenciais instrumentos financeiros para projetos de eficiência energética e geração distribuída: Certificados de Recebíveis em Eficiência Energética (CREEs) e White Certificates”. O material se propõe a estudar possibilidades e alternativas econômicas para desenvolver o mercado […] Leia mais

Uma iniciativa de: